Employee Benefits em conferência

employee benefitsTalvez nunca como agora, os portugueses estão em condições de valorizarem tanto os chamados Employee Benefits, ou seja, todas aquelas regalias que lhes podem ser atribuídas pelas entidades patronais a título de compensação e/ou de complementaridade às suas remunerações, no imediato ou para a altura da reforma.

Na medida em que a generalidade de nós, e das nossas famílias, estamos mais fragilizados pela crise e pela incerteza que dela decorre, mais sujeitos a ainda mais impostos, e com capacidade financeira reduzida, vemos com mais agrado quaisquer diligências que as empresas possam tomar por nós, para responderem ou aligeirarem as responsabilidades que precisamos contrair para garantir a saúde, ou a convalescença de um acidente, ou a morte de familiares, ou até para aumentar a qualidade de vida esperada para o pós-aposentação.

Muito a propósito, a Tranquilidade Seguros acabou de fazer as despesas de ser a anfitriã da conferência A importância dos Employee Benefits na internacionalização das Empresas, uma iniciativa integrada no Sales Meeting anual da Insurope, uma parceira internacional da companhia de seguros do Grupo Espírito Santo.

A conferência que decorreu em Lisboa, reuniu os principais corretores do mercado português, e contou também com representantes de vinte e dois parceiros internacionais, membros da referida associação.

Soluções inovadoras dirigidas às empresas em processo de internacionalização, no âmbito dos benefícios que estas poderão proporcionar aos seus funcionários, locais e expatriados, foram o mote dos temas abordados.

O orador convidado para esta conferência com a marca Tranquilidade, foi Miguel Gouveia, coautor do Livro Branco da Segurança Social e Professor da Universidade Católica.

Miguel Gouveia deu uma perspetiva da situação nacional, enfatizando a necessidade das empresas passarem a oferecer cada vez mais aos seus colaboradores, programas de assistência na vida ativa e na reforma, os chamados Employee Benefits.

Programas que passam pela contratação de seguros de saúde, seguros de vida e complementos de reforma, complementando assim a ação da Segurança Social cuja proteção social é cada vez menor.

 

TOC e formadora em Contabilidade Financeira, Analitica e Fiscalidade. Colaboradora da Seguros Mais.

Deixe um comentário